22 de setembro de 2014



A navegação anônima é um recurso interessante para quem deseja visitar páginas na web sem deixar histórico registrado. O recurso pode ser útil, por exemplo, para realizar compras pela internet ou quando usamos computadores públicos.

Ao navegar como um fantasma, o internauta evita que o navegador armazene os sites acessados, senhas, dados de formulários, downloads, dados pessoais e os cookies são excluídos. Se você desconhece o procedimento, veja como utilizá-lo nos navegadores Chrome, Internet Explorer e Firefox.

Navegação anônima no Google Chrome
A ativação da navegação anônima no Chrome é simples. Na imagem abaixo, veja como proceder:



O atalho é Ctrl + Shift + N. O internauta pode identificar se deu certo quando aparecer uma imagem de 'espião' no canto superior esquerdo do navegador! Além disso, uma mensagem de confirmação é apresentada.


O atalho Ctrl+Shift+N funciona para Windows, Linux e Chrome OS. No Mac, basta usar ⌘-Shift-N para abrir uma janela anônima.

Navegação InPrivate (anônima) no Internet Explorer

No Internet Explorer, a navegação anônima é chamada de InPrivate. Além disso, o atalho também é diferente: Ctrl + Shift + P

Veja na imagem como ativar o recurso manualmente:



Assim como no Chrome, o Explorer também emite a janela comunicando a ativação do recurso:



Navegação anônima (privada) no Firefox
No Firefox, o recurso também é fácil de ser ativado. Há a opção manual e o atalho é o mesmo do Internet Explorer: Ctrl + Shift + P

Para ativar manualmente, veja a imagem abaixo:


Espero que você tire proveito desse recurso!








Comentários: