18 de junho de 2014



O Ministério da Educação (MEC) abriu processo administrativo contra duas faculdades piauienses, além de outras 77 espalhadas pelo Brasil. O motivo é que elas tiveram resultado insatisfatório no Índice Geral de Curso (IGC), um indicador de qualidade das instituições de ensino superior.

No Piauí, a Faculdade de Tecnologia do Piauí (FATEPI) e Instituto Superior de Educação São Judas Tadeu (ISESJT) foram atingidas com a decisão do MEC.

Segundo portaria, a medida adotada é a suspensão de novos contratos de financiamento estudantil (FIES) e de participação em processo seletivo para oferta de bolsas do Programa Universidade para Todos (PROUNI), bem como restrição de participação no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC).

Diante da decisão do MEC, as faculdades FATEPI e ISESJT estão proibidas de fazer inscrição no Fies e Prouni.

A lista completa de instituições penalizadas foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (18). 

As faculdades têm 15 dias para apresentarem defesa.

*Com informações do G1








Comentários: