6 de março de 2014



Nesta quinta-feira (06) teve início o período de entrega da Declaração do Imposto de Renda 2014. O prazo final para o contribuinte prestar contas ao fisco é 30 de abril. A multa para quem perder o prazo é de R$ 165,74.

O IRPF 2014 apresenta algumas inovações excelentes. Você poderá fazer a declaração pré-preenchida, com acesso por meio da página da Receita, através do e-CAC;  a declaração pode ser elaborada em Tablets e Smartphones pela modalidade do m-IRPF e você também poderá importar dados do IRPF 2013.

Leia também:
+ Como pagar seguro DPVAT de forma parcelada
+ Download dos aplicativos da Receita Federal para dispositivos móveis
+ Como obter certificado digital da Receita Federal
+ Como declarar imposto de renda pela primeira vez
+ Como descobrir multas da PRF em veículos


Há também novas funcionalidades no Programa Gerador de Declaração, aquele usado há anos para preenchimento de declaração em computadores comuns. Entre elas estão a importação de informe de rendimentos de fontes pagadoras, informe dos planos de saúde e o Comunicado da Condição de Não Residente.

Estão obrigados a fazer Declaração do Imposto de Renda 2014 todas as pessoas físicas que, no acumulado de 2013, receberam rendimentos superiores a R$ 25.661,70. No entanto, de acordo com a exame.com, mesmo pessoas que não são obrigadas a declarar podem entregar a declaração. Em alguns casos, é vantajoso.

É o caso das pessoas que auferiram rendimentos tributáveis superiores a 20.529,47 reais. Apesar de o valor estar abaixo do limite de obrigatoriedade, esses rendimentos podem dar direito à restituição de IR, mas apenas para quem declarar.

*Com informações da Receita Federal, IG e Exame







Comentários: