14 de fevereiro de 2014



Um e-mail de sincronização obrigatória 765cc (e outros semelhantes) que vem se espalhando na web é vírus e não tem relação com o Banco Itaú, como tenta passar o texto que é enviado para diversos internautas. Um simples descuido é suficiente para contaminar o computador de quem recebe a mensagem.

Enviado no formato de imagem, o comunicado estabelece um prazo limite para que o usuário faça a tal 'sincronização obrigatória'. Além disso, deixa claro que o internauta ficará sem os serviços online da sua conta na internet e terá problemas com o acesso nos caixas eletrônicos Itaú.

Leia também:
+ Facebook deu cerca de 80 mil reais para morador de São Paulo
+ Teste revela qual é sua idade mental
+ Como colocar assinatura automática de email

A mensagem enviada é essa apresentada abaixo: 
Não se preocupe, esse é apenas um print do email que recebi. 
+ Como fazer print
Por pouco não fui vítima. Se você tentar copiar o texto acaba contaminando o PC, pois trata-se de uma imagem linkada com URL do vírus.

As formas de contaminação são clicar no texto, por exemplo, para selecionar ou no link indicado.

Como você pode saber que é vírus?
Analisei a mensagem que chegou no meu e-mail e identifiquei alguns detalhes que qualquer pessoa pode notar.

- Primeiro: Se você não é cliente Itaú, como pode o banco supostamente enviar um pedido para sincronização. Além disso, não recomendo que você abra e-mails duvidosos. No caso do Itaú, o próprio banco recomenda que e-mails suspeitos devem ser encaminhados para emailsuspeito@itau-unibanco.com.br

- Segundo: O link é muito fácil de ser feito e um pouco de atenção você percebe algo estranho. O texto diz uma coisa, mas o link é outro.

Exemplo: www.ferramentasfoca.com

Observe que o texto é o domínio do Ferramentas Foca, mas se você apenas colocar o cursor do mouse sobre o link e olhar o carregamento no canto inferior da tela, próximo ao botão iniciar, irá perceber que seu clique será direcionado para o site oficial do Itaú.



Neste exemplo, não tem problema você clicar. É apenas uma demonstração. Porém, fica a dica para as próximas vezes que for clicar em um link que você não confia. 

Um outro detalhe é observar a origem do envio do e-mail:


Atenção: A recomendação mais importante é que você não abra nenhum e-mail desconhecido, por mais tentador que seja. 

Comunicado no site do Itaú diz que "o Banco Itaú só envia mensagens cujos conteúdos tenham sido autorizados por você e todos eles sem arquivos anexados. Seus números de agência e conta não são solicitados e sua privacidade é mantida sempre"

Outra dica, opinião minha, é que você deve ir ao banco ou ligar para o seu gerente, quando algum email solicitar algo estranho. Principalmente, pedindo para você clicar em algum link.

O comunicado do Itaú sobre e-mail suspeitos é claro, veja:

Ajude o Itaú a construir um ambiente digital ainda mais seguro.

Diariamente, todos nós recebemos inúmeros e-mails na nossa caixa postal e parte deles são fraudulentos. Esses emails podem infectar o seu computador e/ou roubar suas informações pessoais e bancárias. Se você receber um email e suspeitar que ele seja fraudulento, encaminhe a mensagem para: emailsuspeito@itau-unibanco.com.br.

Este canal é exclusivo para recepção de mensagens suspeitas, por isso não haverá resposta à sua mensagem. Lembre-se também que o Itaú nunca solicita dados pessoais, senhas ou informações sigilosas por e-mail ou qualquer canal de atendimento.

Fique atento!

Com atitudes seguras, melhoramos cada vez mais a segurança da internet.


Outras dicas de segurança na web estão disponíveis no https://www.itau.com.br/seguranca/

*Com informações do Banco Itaú






Comentários: