24 de janeiro de 2014



Lembro-me que recentemente falamos sobre como escrever matérias jornalísticas para rádio. No texto, várias dicas importantes foram elencadas e, inclusive, indiquei material gratuito para download.

Dessa vez, apresento 5 dicas sobre a produção de boletim para rádio. O veículo requer notícias na linguagem do 'ouvinte' e, se possível, uso de offs.

Leia também:
+ Curso gratuito ensina como fazer um vídeodocumentário
+ 5 conselhos excelentes para quem deseja ser um profissional de sucesso
+ O que é jornalismo literário ou new journalism
+ 26 dicas importantes para sua próxima entrevista
+ Como fazer monografia em jornalismo

1 - Escolha matérias de interesse do público
As notícias apresentadas em um boletim devem ser relevantes para o público que sintoniza a emissora. Lembre-se da lei da proximidade geográfica. Uma notícia sobre um avião que caiu no japão não prende atenção tanto quanto um avião que caiu na cidade vizinha da rádio.

2 - Saiba usar sua voz
Ter voz agradável é importante, porém não confunda voz agradável com voz grave. Nem sempre uma voz grave significa muita coisa. É preciso saber usá-la, coisa que estudante de jornalismo sempre tem dificuldade!

A regra é evitar uma voz que toque a mesma melodia em cada frase, subindo e descendo de tom no final, independentemente do que está sendo dito.

3 - Tempo ideal para um boletim
Boletins costumam ter menos de 10 minutos. São rápidos, porém precisos. Já trabalhei em rádio e apresentava boletim de, em média, 3 minutos - incluindo offs.

4 - Tenha calma ao passar as informações
Uma locução acelerada pode dificultar a compreensão. Tenha calma, mas não deixe de lado o ritmo e brilho do rádio.

5 - Inclua offs
Uma notícia de que o prefeito da cidade X irá conceder um aumento salarial pode ser dada com um off do administrador. Ação que credibiliza a informação.

Por exemplo, quando trabalhei com rádio, apresentava um boletim antes do jornal da emissora. Então, utilizava a última notícia para criar expectativa para o noticiário.

Exemplo:
- O prefeito da Terra do Nunca,  Papai Noel, em entrevista exclusiva à Rádio dos Sonhos, justificou o atraso salarial dos servidores e fixou data limite para regularizar a situação.

Entrada do Off com aproximadamente 1 minuto.

- Papai Noel disse ainda que os débitos deixados pela administração anterior são os responsáveis por toda a situação. O administrador também tocou em um ponto delicado, que é o corte dos terceirizados. Todos os detalhes e a entrevista completa você acompanha daqui a pouco no Jornal do Além.


No entanto, todos os sons têm que ter uma razão editorial para estarem lá. Você não deve encher de clipes de som que distraem porque não se relacionam com o essencial da informação que você está entregando.
*Com informações do IJNet






Comentários: