O sucesso profissional de qualquer pessoa, segundo Robert Greene, depende de 5 fatores que jamais devem ser ignorados - escolha certa da carreira, valorização do conhecimento, paciência, ineditismo e flexibilidade.

Robert Greene - que é escritor de livros sobre poder, sedução e estratégias, orienta que é preciso escolher uma carreira que coincida com nossos interesses. De acordo com ele, o sucesso profissional anda de mãos dadas com a satisfação pessoal. Além disso, o autor destaca que precisamos aprender a valorizar o aprendizado ao invés do dinheiro.


1º passo | A carreira certa 
Formação superior não é sinônimo de sucesso profissional. Muito embora há quem diga que uma graduação abre portas, ela também pode fechá-las. Assim como é verdade o fato de alguém nunca ter terminado o ensino básico e - dentro de suas limitações, ser extraordinariamente um profissional de sucesso, outros mudaram de vida após cursar uma universidade. Mas também é verdade que muita gente tem graduação e nunca atuou na área.

Portanto, o curso precisa coincidir com seus maiores interesses.

2º passo | O aprendizado tem maior valor
Algumas pessoas querem ganhar super salários, mas não buscam desenvolver habilidades profissionais que propiciem o almejado. Valorizar o aprendizado é um grande segredo para que tenhamos sucesso profissional. Tenha em mente que a busca por conhecimento e habilidades devem ser objetivos primordiais para um crescimento profissional.

O dinheiro - já dizem os mais velhos, é consequência do trabalho.

3º passo | Paciência é fundamental 
Não tenha pressa. Sua missão nos seus 20 e poucos anos é tentar alguns empregos diferentes, ver o que mais combina com você, o que você odeia e o que gosta muito. É uma jornada na qual você deve aproveitar o processo de descobrir o que você nasceu para fazer.

Se você não se identifica com nenhum dos últimos empregos, você nasceu para ser empresário e não empregado! Reflita.

4º passo | Não queira ser igual aos outros
O ineditismo é importante para quem deseja sucesso profissional. Ser diferente é regra de ouro. O mercado já anda cheio de pessoas que sabem as mesmas coisas. O início de carreira de qualquer pessoa deve ser para 'expor' sua marca pessoal em tudo que faz. Por exemplo, você começa um negócio que combina todas as suas habilidades e reflete algo pessoal sobre você. Para fazer isso, você não pode ter medo de ser diferente, de ser criticado. É um risco, mas a recompensa é muito maior. Veja todos os grandes mestres dos negócios, esportes e artes e verá que eles são originais, únicos. Só há um Steve Jobs.

Você quer ser capaz de dizer a mesma coisa sobre si mesmo, de certa maneira.

5º passo | Seja flexível  
Alcançando o sucesso, muitos tornam-se vítimas dele. Elas se concentram no que são bons, param ali e ficam estagnados. Esteja disposto a misturar as coisas, por mais tarde que seja na sua carreira, experimente novas coisas, novos ângulos. É isso que fez um artista como Picasso ser tão brilhante e cultuado, ele nunca parou em um único estilo por mais de cinco ou dez anos. Se renovar continuamente vai mantê-lo jovem de espírito e também um mestre mais tarde.

*Com informações do IG






Comentários: