29 de agosto de 2013



Ao longo da nossa vida acadêmica desfrutamos da companhia de inúmeras pessoas, algumas especiais outras nem tanto. São colegas de classe, diretores, outros indivíduos [risos] e, principalmente, os professores. Eles que nos acompanham a vida todinha. Afinal, quando nos livramos do licenciado aparece o sem "licença". É o tal 'gente boa' - aqueeeeele indivíduo(!) - metido a conselheiro que sempre diz como devemos fazer as coisas.

O fato é que até hoje, aos meus 26 anos, pude conhecer vários tipos de professores. Pra ser mais preciso, 10  marcaram a minha vida. Um marcou tanto que agora voltou. Logo, esse post é uma forma que encontrei de dizer um adeus temporário ao blog. Nada de choro (risos), continue a leitura.

Leia também:
+ Qual a importância de um blog para estudantes de jornalismo
+ Qual o combustível de um profissional de sucesso
+ O que é uma nota no jornalismo
Foto: Google Imagens/Reprodução
A ideia é que seja um post engraçado, mas talvez nem seja. Divirta-se! Ao final, falo sobre o 'adeus' ao blog.

ATENÇÃO, toda e qualquer semelhança com algum de seus professores será meramente coincidência!

01 - PROFESSOR CINÉFILO - Esse tipo de professor parece - não se engane - gostar de filmes e documentários. Mas, na verdade, ele não sabe do assunto e sapeca um filme de 2h só para "matar" o horário. Podemos até chamá-lo de "professor cinemão".

02 - PROFESSOR PIPOCA - É o tipo que pula conteúdo. Quando a gente pensa que ele vai, ele tá vindo. No meio de certos trechos do material ele diz;

- Essa parte não interessa. Vamos pular - ate lembrei da Xuxa - para página seguinte.

Eu nunca entendi. Como que pode uma parte não interessar e ele pede para os alunos tirarem cópias? Esse individuo pode ser chamado também de "professor canguru".

03 - PROFESSOR LEITURISTA - Ele é muito parecido com o profissional da companhia de águas ou energia. Esse tipo de professor faz a leitura do material e vai embora. No mínimo, ele pensa que dá aula pra doidos, analfabetos, ou sei lá o quê.

Ainda tem um negócio de ficar perguntando quem quer fazer a leitura. Um palhaço de mão cheia!

04 - PROFESSOR PAI DE SANTO - Ele é pior do que celular de pobre (experiência própria, meu celular só recebe). Nunca tem nada. Nem notebook, nem retroprojetor, nem compromisso com a aula. Porém, pra receber é com ele mesmo. Todos os trabalhos devem ser entregues no dia marcado.

05 - PROFESSOR MÃE DINÁ - Esse é o 'adivinhão'. Parece que não sabe porra nenhuma. A gente faz uma pergunta e ele diz;  eu imagino, eu acho, acredito, possivelmente, talvez, etc. Pior, quando faz afirmações, são "furadas".

Geralmente, ao chegar em sala de aula, ele faz as previsões no início do período. Comigo é assim, assado e sapecado! Nadinha, com o passar do tempo, tudo é diferente.

06 - PROFESSOR TURISTA - Vive de licença isso e aquilo. É pior que necessidade, tá em todo lugar. Mas, não aparece na sala de aula.

07 - PROFESSOR JORNALISTA - Companheiros, jornalista tem uma mania de ficar copiando notícia e dando créditos (se bem que tem aquele 'safado' que nem isso. E se a matéria for de um foca, ferrou). É fato.

O "professor jornalista" é pior, copia todo o material da aula na internet e nem sequer cita a fonte. A gente jura que ele preparou aqueles arrojados slides pra ministrar o assunto. Balela. Uma navegada pela web e topamos com a aula do 'safado' no 4shared, slideshare, blogs ou sites.

08 - PROFESSOR GATO PRETO - Já falei sobre ele aqui no blog. Recomendo a leitura :
09 - PROFESSOR DOUTOR - Esse tipo de professor tem dupla personalidade. No ensino público trata mal alunos e joga qualquer coisa do jeito que quer em sala de aula. No ensino privado é amigão da turma, comprometido com horários e dá uma aula que até o diabo aprende a ser bom.

10 - PROFESSOR TIRA TUDO - Esse é o individuo que tira o melhor de você. Tira shopping, namorada(o), amigos, baladas e pra não encompridar a conversa, eu resumo; ele tira o sossego!

CONCLUSÃO
Essa semana reencontrei uma professora tira tudo! Digo reencontrei, porque fui reprovado (juntamente com uns 10 colegas ou mais) no período passado. No entanto, ela afirma que abandonamos a disciplina.

Pergunto: e tem como não abandonar quando um professor de uma disciplina de 60h cobra três ARTIGOS CIENTÍFICOS digitados e, pra acabar de lascar, pede cópia escrita.

Agora, ela retornou pra espanto de todos. Muita gente decidiu revitalizar a disciplina pensando que pegaria qualquer professor, menos ela. Enfim, tá todo mundo lascado.

O fato é que, como falei agora pouco, ela tira tudo. E vai me tirar o blog. Terei que me dedicar aos seus trabalhos e não vou poder continuar atualizando esse espaço com tanta frequência.

Faltou algum professor nessa lista? [risos] Diz aí! 






Comentários: