29 de maio de 2013



Incrivelmente muitos estudantes de jornalismo saem da universidade sem saber qual é a linguagem do rádio. E seguindo a lógica da coisa, não sabem nem escrever pra esse veículo tão popular, mais que qualquer outro. Acabando de "lascar", alguns nem se arriscam a procurar um estágio nesse veículo de comunicação tão fascinante e abrangente por achar que precisam de uma "voz de ouro" [risos].

Na verdade, existe um preconceito muito grande. As próprias universidades ensinam muito pouco sobre rádio, rádiojornalismo e suas técnicas. Até parece que todo estudante de jornalismo só pode trabalhar em televisão ou jornal impresso. Eu, por exemplo, acho um saco quando algum professor vai falar sobre o assunto e não apresenta nenhuma novidade. Convenhamos, tem professor que nunca gravou trinta segundos de áudio e quer ser o dono da razão no ensino de técnicas de rádio. [Ah, vá...]

Lembro-me de ter ouvido um rádiodocumentário feito como trabalho de conclusão de um curso de jornalismo. O material, produzido por dois estudantes de jornalismo, me surpreendeu. Era uma porcaria! No entanto, com esse trabalho, eles conseguiram a aprovação final na graduação. Até hoje me pergunto; eles passaram 4 anos na universidade pra isso? Nessas horas reforço minha ideia de que universidade não faz profissional nenhum. Ela te oferece suporte, mas você deve ir atrás do resto. Sinceramente, têm muitos locutores de rádio que fazem muito melhor [e bota melhor nisso] um trabalho como o que eu ouvi. Eles nunca passaram por uma universidade, a não ser a da vida. Refiro-me a locutores que prestam, pois tem um "bocado" que serve só pra cuspir microfone!

Portanto, vamos aprender a trabalhar no rádio. Pois se um locutor experiente, embora nunca tenha pisado na universidade, ouvir um trabalho como esse, no mínimo será o dia mais engraçado da sua vida. Servirá de piada! Logo, é importante que você saiba estudar sobre o assunto. Busque material bom, faça cursos, conheça o mercado. Um outro detalhe motivador, é que muitos dos bons apresentadores de televisão vieram do rádio. 

E digo mais [baseado na minha experiência como locutor] o rádio te ensina a improvisar. Agora você deve se perguntar, mas como posso aprender a escrever e falar para o rádio? Respondo, ouça rádio e tente gravar alguma coisa. Grave com o seu próprio celular, é um bom começo! 

Aconselho que você busque ouvir programas como o Jornal da Manhã, da Jovem Pan Sat, e o Show do Antonio Carlos, rádio Globo. Defendo que rádio, não muito diferente de outras áreas da comunicação, a gente aprende ouvindo e praticando! Muito embora eu acredite que um pouco de teoria não faz mal [risos].

Até aqui falei muito em ouvir rádio e praticar alguma coisa. Mas, tente ler um pouco mais sobre o rádio e sua linguagem. Abaixo deixo algumas dicas de leituras!

Links Úteis
Apostila - Falando e escrevendo para o rádio

Caso você queira conhecer um pouco mais sobre o fascinante mundo do rádio, conheça a Revista Rádio e Negócios


O que você pensa sobre o assunto? Deixe sua opinião nos comentários abaixo ou envie seu texto para ser publicado. 






Comentários: