21 de abril de 2013



O  lead, que podemos aportuguesar para lide, é definido pelo Manual de Redação do Estadão como sendo a abertura da matéria jornalística. 

Trata-se de uma palavra inglesa que no jornalismo tem função de guiar o leitor, despertando-o para o que vem pela frente. Observe, é preciso atrair o leitor para que ele continue a leitura.

+ 15 modelos para currículo profissional de sucesso


Imaginemos um capítulo de novela. Ele é cheio de tramas, situações emocionantes e sempre deixa um gostinho de quero mais. Em outras palavras, desperta em você a curiosidade sobre o que vai acontecer "amanhã". E, assim, você sempre irá acompanhar a novela até o seu último capítulo. O detalhe é que quando você assiste um capítulo e não gosta, possivelmente a reação será inversa.

No texto jornalístico acontece o mesmo. Um começo de matéria mal desenvolvido não vai contribuir para a pessoa continuar a leitura. O interessante é você saber como funciona a construção de uma matéria e buscar escrever de forma que desenvolva no seu leitor a vontade de ir sempre além do primeiro parágrafo. Não se prenda muito às regras. Seja criativo!

O lide deve guiar o leitor
Entendo que o lide, por ter a função de guiar o leitor, não pode trazer todas as informações no primeiro parágrafo. O que precisa é revelar detalhes o suficiente para despertar a atenção do leitor em saber o desenrolar do acontecimento. 

Principais características do lide
O lide deve responder as seguintes perguntas; o quê, quem, quando, onde, como e porquê. As duas últimas - como e porquê - podem ser respondidas no corpo do texto. O lide também exige objetividade e clareza. No entanto, não podemos engessar nossos textos. Siga esse rumo, mas com criatividade. 

Para entender melhor o lide, recomendo que leia sobre dicas e regras para a construção do lead

O que dizem os teóricos sobre o lead?
Lide do inglês lead (comando, primeiro lugar, liderar, guiar, introduzir, encabeçar) é abertura de texto jornalístico, na qual se apresenta sucintamente o assunto ou se destaca o fato essencial, o clímax da história 
resumo inicial, constituído pelos elementos fundamentais do relato a ser 
desenvolvido no corpo do texto;
  • o lide torna possível, ao leitor que dispõe de pouco tempo, tomar conhecimento do fundamental de uma notícia em rapidíssima e condensada leitura do primeiro parágrafo;
  • deve ser redigido de modo a “fisgar” o interesse do leitor para a leitura de toda a matéria;
  • na construção do lide o redator deve responder às questões básicas da informação: o quê, quem, quando, onde, como e por quê [3Q-CO-PQ] (embora não necessariamente a todas elas em conjunto)
Para Fraser Bond, o redator deve observar cinco exigências do lide;
  • apresente um resumo do fato 
  • identifique as pessoas e os lugares envolvidos 
  • destaque o toque peculiar da história 
  • dê as mais recentes notícias do acontecido 
  • e, se possível, estimule o leitor a continuar lendo o resto da reportagem 
podemos ainda acrescentar outra função desempenhada pelo lide: situar a notícia dentro de um contexto mais amplo, esclarecendo o leitor a respeito de fatos passados ou interligados. (Fonte: Dicionário de Comunicação / Dicionário de Jornalismo)

Felipe Pena, no livro teorias do jornalismo, diz que a função do lead é “oferecer o contexto em que ocorreu o evento, provocar no leitor o desejo de ler o restante da matéria, articular de forma racional os diversos elementos constitutivos do acontecimento e resumir a história da forma mais compacta possível sem perder a articulação” (PENA, 2008, p. 43)


Conclusão
Partindo da ideia apresentada, acho que é bom você ficar de olho na construção do próximo lead que for fazer. Caso continue com dúvidas sobre o o assunto, recomendo a leitura do post "Dicas e regras para a construção do lead".

Advertência
Esse texto não pode ser a única referência no seu aprendizado, busque outros  e bons estudos!

Tópico: Ferramentas Foca






Comentários: